Novidades no mundo da tecnologia e telecomunicação – Blog Città Telecom

Atualmente, as nossas principais demandas do dia a dia são resolvidas através de um aplicativo de mensagens instantâneas. Por essa razão, questões que envolvem a segurança destas funcionalidades precisam ser avaliadas. É aí que entra a criptografia.

Mensagens criptografadas: o que é e quais aplicativos usam?

Mensagens criptografadas: uma medida efetiva para sua segurança! Atualmente, as nossas principais demandas do dia a dia são resolvidas através de um aplicativo de mensagens instantâneas. Desde recados de trabalhos àquela conferida para saber se está tudo bem em casa, estes apps ditam a nossa rotina. Por essa razão, questões que envolvem a segurança destas funcionalidades precisam ser avaliadas. É aí que entra a criptografia.

 

Mensagens criptografadas: o que são?

As mensagens criptografadas são dados que sofreram um processo de codificação para impedir que qualquer outro indivíduo ou sistema que não seja o destinatário tenha acesso àquele conteúdo. Você garante o sigilo absoluto das suas mensagens.

Um exemplo básico para entender como funciona um aplicativo sem criptografia na prática é o Facebook. Ele extrai seus dados de comportamento e suas buscas para filtrar o conteúdo e, principalmente, te apresentar anúncios pagos de acordo com seus interesses. Com a criptografia, nem mesmo presidentes da república ou os próprios criadores dos aplicativos podem ter acesso ao conteúdo que você compartilha.

O processo de criptografia pode ocorrer por dois diferentes métodos. São eles Criptografia de Chave Pública e Criptografia de Chave Privada. Na primeira, uma chave pública é descriptografada pelo usuário com uma chave privada correspondente. Já a outra, são utilizadas duas chaves privadas e, com isso, ambos podem criptografar e descriptografar as informações.

 

Mensagens criptografadas: o centro de um escândalo político

O Telegram foi fundado em 2013 pelos mesmos criadores da VKontakte, a maior rede social da Rússia. Ele surgiu com uma proposta semelhante à do WhatsApp: troca de mensagens instantâneas. No entanto, ainda não conseguiu atingir a mesma popularidade, exceto nos momentos em que o app de Mark Zuckerberg caiu ou foi barrado pela justiça brasileira.

Tanto o WhatsApp quanto o Telegram utilizam a criptografia de ponta a ponta. A diferença é que no primeiro as mensagens e arquivos ficam salvos apenas no celular do usuário. Já no segundo, tudo é guardado nas nuvens da empresa. Com isso, você pode logar e ter acesso completo ao aplicativo de vários dispositivos simultaneamente.

Como diferencial, o aplicativo russo se vende como o mais seguro do mercado, especialmente, pela possibilidade de um chat secreto. No entanto, esta forma de armazenamento causa vulnerabilidades. O fato é que o Telegram foi o aplicativo utilizado pelo atual Ministro da Justiça Sérgio Moro nas conversas vazadas no tempo em que ele era juiz federal e comandava a Operação Lava Jato, responsável pela prisão de diversos políticos e empresários envolvidos em esquemas de corrupção.

A Polícia Federal investiga o caso e a possibilidade de ação hacker é a principal hipótese. No entanto, o Telegram já se defendeu e descartou que o aplicativo tenha sofrido a ação de invasores. Com isso, é provável que o próprio aparelho celular do Ministro tenha sido invadido ou alvo de vírus ou que ele tenha negligenciado algum passo da verificação de segurança em duas etapas do app.

 

Mensagens criptografadas: como se proteger?

Existem aplicativos de mensagens que já utilizam criptografia ponta a ponta para o envio de mensagens. No entanto, você pode realizar isto pessoalmente através de aplicativos de celular e softwares de computador. Atualmente, o algoritmo utilizado para realizar este processo se chama cifra, que converte os caracteres em símbolos ou letras aleatórias, tornando a mensagem ilegível para os que não tem acesso à chave especial.

Entre os aplicativos mais populares que já criptografam suas mensagens, estão o iMessage (serviço de mensagens para usuários de iOS), o Telegram e o WhatsApp, que adotou a medida apenas em 2016. Ainda emergentes em notoriedade, o Signal e o Wickr Me são mais alguns dos exemplos de apps que adotaram a criptografia como medida de segurança.

 

Città Telecom

Estamos também nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin

No mês passado, uma empresa de sistemas aeroespaciais e de serviços de transporte espacial dos Estados Unidos lançou os primeiros 60 satélites do sistema "Starlink". O principal objetivo é fornecer sinal de internet banda larga a partir do espaço!

Internet do espaço: entenda mais sobre a novidade revolucionária

Internet no espaço: agora, a banda larga foi longe demais… Desde meados da década, vem-se discutindo formas de otimizar a velocidade das conexões de internet que abastecem nosso planeta. As previsões para o futuro diziam que isso aconteceria no dia em que conseguíssemos dominar o espaço. O futuro já é agora!

No mês passado, uma empresa de sistemas aeroespaciais e de serviços de transporte espacial dos Estados Unidos lançou os primeiros 60 satélites do sistema “Starlink”. O principal objetivo é fornecer sinal de internet banda larga a partir do espaço, além da redução do custo do lançamento de novas naves e objetos ao espaço.

O Falcon 9, foguete que já é lançado desde 2015 e pioneiro na exploração comercial do espaço, decolou da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral (CCAFS), na Flórida, por volta das 23h30 pelo horário de Brasília. Uma hora após o lançamento, os satélites foram liberados a uma altitude de 440 km e posou em uma balsa ancorada em meio ao Oceano Atlântico.

Para que haja abrangência em toda a Terra, serão necessários mais de 30 lançamentos. Serão 12 apenas para cobrir apenas o território dos Estados Unidos e outros 24 para disponibilizar conexão para as regiões povoadas. Ao todo, quase 2 mil satélites serão necessários para abranger todo o planeta. No entanto, cerca de 10 mil satélites serão adicionados para garantir uma maior capacidade da rede.

 

Internet do espaço: quem são os responsáveis?

A empresa por trás desta iniciativa é a SpaceX. Ela pertence ao magnata Elon Musk, cujo patrimônio ultrapassa os 80 bilhões de reais e o coloca na 36ª posição na lista das pessoas mais ricas do mundo. Fundada em 2002, a firma foi responsável pelo envio do primeiro foguete de combustível líquido à órbita da Terra. O foguete enviado para a missão do Starlink também foi o responsável pelo primeiro pouso propulsivo de um foguete orbital.

Atualmente, a SpaceX é considerada a líder na corrida espacial privada. Com a nova empreitada, a empresa pode faturar até US$ 30 bilhões por ano. O grande objetivo é a captação entre 3% e 5% do futuro mercado global. O valor supera em 50% o estimado pela Nasa para o ano de 2019.

Os investimentos no Starllink podem resultar na conclusão de duas metas bem “simples”: construir uma cidade autossustentável em Marte e uma base na Lua. Nós vemos isso como uma forma para a SpaceX gerar receitas que podem ser usadas no desenvolvimento de foguetes e espaçonaves cada vez mais avançadas”, declarou Elon Musk.

 

Internet do espaço: novidade ainda é recebida com desconfiança

Estima-se que os satélites do Starlink, devido ao brilho, poderão ser vistos a olho nu.  Mesmo com o sucesso da missão, astrônomos alegam que os aparelhos podem ameaçar a visão noturna do cosmos, uma vez que objetos luminosos contribuem para saturar as imagens do espaço, o que poderia atrapalhar o andamento das pesquisas científicas.

Ainda com apenas 60 aparelhos, o número estimado de 12 mil já preocupa estes profissionais. Segundos estudos da Universidade do Alabama, em 20 anos, veremos mais satélites do que estrelas durante a noite. Por essa razão, além das próprias carreiras, os astrônomos defendem a proteção da visão do céu noturno.

Através de publicações nas redes sociais, Musk defendeu os benefícios da ideia, como acesso à internet por pessoas desfavorecidas, e afirmou que o Starlink não impedirá os avanços da astronomia. Apesar da afirmativa, o empresário prometeu que irá trabalhar formas de reduzir o brilho dos satélites.

 

Internet do espaço: o que esperar daqui para frente?

No momento, cerca de 2.100 satélites estão ativos e orbitando na Terra, além dos que estão fora de funcionamento. Como já fora mencionado, a SpaceX tem autorização do governo dos Estados Unidos para mandar mais 12 mil. Para que não ocorram acidentes, a empresa disponibilizou em cada um deles uma tecnologia que previne contra colisões.

A previsão é que, se bem-sucedida a operação, a SpaceX será detentora de mais satélites em órbita do que todos os outros combinados. O tempo máximo estimado é de 2 anos. Ainda faltam diversos lançamentos para que o Starlink comece a funcionar (são 800 satélites para ativação), mas Musk já prometeu que basta apenas uma antena “parecida com uma pizza mediana” para receber o sinal.

 

Città Telecom

Estamos também nas redes sociais! Para ficar por dentro dos nossos conteúdos e dos nossos serviços, siga-nos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin

Dia 768k: guarde esse número porque ele pode literalmente “quebrar a internet”!

Dia 768k: o fenômeno que pode parar a internet

Dia 768k: guarde esse número porque ele pode te causar alguns transtornos nos próximos dias… Você já ouviu falar na expressão “quebrar a internet”? Na cultura pop, ela é utilizada para se referir a um acontecimento que gera grande repercussão nas redes sociais. No entanto, no mês de maio, essa expressão pode se tornar literal.

Tudo isso porque um evento apelidado de “768k Day” (“Dia 768 mil”, em tradução livre) ocorrerá ainda este mês. Trata-se de um dia em que as conexões de internet ao redor do mundo poderão ficar lentas e instáveis. Uma parte da população corre risco de ficar sem acesso à rede mundial de computadores!

 

Dia 768k: por que isso vai acontecer?

Existe uma tabela de roteamento global chamada Border Gateway Protocol (BGP), que organiza os endereços de IPv4, o mais utilizado no mundo. Além de permitir sua navegação, o BGP controla a quantidade de dispositivos que estão logados à internet. O último limite estabelecido para a tabela global é de 768 mil endereços alocados.

Levando em conta o ritmo com que novos endereços estão sendo adicionados, a expectativa é que esse número seja atingido neste mês, porém, sem data prevista. Segundo um perfil no Twitter que monitora a adição de endereços IP, o 768k Day aconteceu no dia 24 de abril. Mesmo assim, especialistas acreditam que o fenômeno ocorrerá no quinto mês do ano.

Mesmo que as ameaças de estabilidade quando o dia chegar sejam reais, o fato é que existe uma preparação especial para que a internet não “quebre”. Essa preocupação existe desde a última vez em que o teto foi atingido, em 2014, em um fenômeno chamado Dia 512k, cujos detalhes explicaremos mais adiante.

Diversas operadoras já utilizam equipamentos que permitem um espaço de alocação da tabela BGP que ultrapasse os 768 mil endereços. Os usuários destas empresas, portanto, não sentirão os efeitos da quebra da meta. A probabilidade é que apenas provedores locais ou usuários de roteadores mais antigos sintam a sobrecarga de endereços.

Mas até mesmo para quem utiliza equipamentos ultrapassados ou é cliente de empresas mais despreparadas o fenômeno pode passar em branco. Basta apenas descartar as rotas /24 do IPv4, que definem os IPs de redes de grande porte, como as da Microsoft. Isso pode ajudar o número de endereços existentes a cair pela metade e não sobrecarregar o roteador.

 

Dia 768k: um evento deste porte não acontece pela primeira vez

Em agosto de 2014, o mundo presenciou o Dia 512k. Na época, os roteadores ao redor do mundo utilizavam o sistema Ternary Content-addressable Memory (TCAM), que estabelecia o teto global de 512 mil endereços como limite de armazenamento. A essa altura, você já deve imaginar o que aconteceu: este número foi quebrado.

Isso ocorreu quando a Verizon, uma operadora de telefone dos Estados Unidos, adicionou de uma vez 15 mil novos IPs. Os roteadores, então, passaram a travar toda vez que tentavam abrir um arquivo ou acessar uma página. Isso gerou instabilidade nas conexões, resultou em vazamentos de memórias em roteadores e gerou bilhões de dólares em prejuízo.

A solução imediata foi o desenvolvimento de patches para estes roteadores. Para quem não sabe, patches são programas criados com o intuito de corrigir um erro ou solucionar um problema. Foram justamente esses “remendos” (tradução livre) que aumentaram o número de armazenamento da BGP e nos levaram à meta de 768 mil que estamos prestes a quebrar.

 

Dia 768k: é possível reduzir os danos?

Por se tratar de um fenômeno global, se o Dia 768k trouxer, de fato, um “apagão” na internet, o Brasil será afetado com instabilidade na conexão e perda de sinal. No entanto, nosso país possui empresas de telecomunicações que já tomaram medidas profiláticas para que a população não sinta os efeitos deste fenômeno.

Uma delas é a Città Telecom, esta empresa que vos escreve! Nossos equipamentos são de última geração e já vêm com o firmware que permite um maior alocamento de endereços de IP. Possuímos uma equipe de engenharia que trabalha incessantemente para trazer um padrão de segurança que proteja nossos clientes desta e de outras situações que possam trazer instabilidades.

 

Città Telecom

Se assustou com a possibilidade de ficar sem internet e já está à procura de uma empresa que está preparada para o Dia 768k? Nós somos a escolha perfeita!

Com nossa Banda Larga Empresarial, você conta com conexão em estrutura própria 100% fibra ótica, 100% de garantia de banda – 30 a 200 Mbps, total suporte proativo tecnológico com atendimento 24h todos os dias, alta velocidade de upload e estabilidade de conexão.

Mas se você trabalha em casa ou só procura curtir seus momentos de lazer com mais qualidade, você pode contar com a nossa Banda Larga Residencial*. Utilizamos uma rede própria de fibra ótica com backbone próprio capaz de conectar você com o mundo. Com nossa banda larga, você conta com internet 100% fibra óptica em estrutura própria, suporte qualificado 24x7x365 e alta velocidade de upload.

Precisa de ajuda para entender melhor? Acesse agora o nosso site ou solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.

* Disponível nas cidades de Limeira e Campinas.

Inteligência artificial: este ramo de pesquisa da ciência da computação revela ideias animadoras para o futuro.

Inteligência artificial: o que é e como este conceito pode mudar nosso futuro?

Inteligência artificial: este ramo de pesquisa da ciência da computação revela ideias animadoras para o futuro. Ela pode ser aplicada nos mais diferentes âmbitos da sociedade, como educação, alimentício e automobilístico, e representa uma forma mais responsável de produção e consumo. A IA também pode ser diretamente ligada a um conceito de sociedade sustentável.

O modelo atual de economia industrial gera um elevado grau de desperdício. As demandas por recursos naturais crescem desproporcionalmente ao que o planeta está disposto a oferecer. Elementos como aço, petróleo e trigo tiveram aumento em suas metas nos últimos dois anos. Já os dados sobre desperdício também crescem proporcionalmente.

Um estudo da Boston Consulting Group (BCG) estima que, no ritmo em que estamos, o desperdício global de alimentos chegará a 66 toneladas por segundos até 2030. Previsões como essa podem ser amenizadas com a aplicação da inteligência artificial. Não é uma projeção para o futuro: os benefícios do IA já podem ser usufruídos desde já.

 

Inteligência artificial: o que é afinal?

Inteligência artificial, ou simplesmente IA, surge no campo da ciência da computação e suas pesquisas começam ainda no século XX, por volta dos anos 1940. Seu principal objetivo é elaborar dispositivos e softwares que literalmente reproduzam a capacidade humana de “ser inteligente”. Isso envolve percepções, ideias, capacidade de tomar decisões e solucionar problemas.  

Os problemas socioambientais dependem de tecnologias de gestão para serem solucionados. Especialistas acreditam que este conceito está diretamente ligado à sustentabilidade devido ao fato de conseguir calcular e resolver problemáticas com precisão, já que os algoritmos das IA funcionam com base no que fornecemos. Isto enxugaria produções, evitando desperdícios e gerando mais valor para os produtos.  

Um modelo de produção baseado em inteligência artificial poderia ajudar a criar um protótipo de economia circular, que prioriza a reutilização e reciclagem de materiais e energia. Ou seja, tudo que é produzido poderia ser ressignificado e nada mais seria desperdiçado. Outro conceito que pode ser aliado deste modelo é a Internet das Coisas, objetos do seu dia a dia conectados à internet se comunicando mutuamente e, com isso, sendo capazes de trocar e transmitir dados graças a softwares inteligentes.

Em dezembro de 2017, a Microsoft anunciou uma aplicação de US$ 50 milhões (o equivalente a R$ 200 milhões) no programa AI for Earth (“Inteligência Artificial para a Terra”, em tradução livre). O objetivo é colocar estas tecnologias à disposição de pessoas e corporações que lutam pela preservação do planeta.  

“A IA pode acelerar nossa capacidade de observar os sistemas ambientais e como eles estão mudando numa escala global, converter os dados em informações úteis e aplicar essa informação para tomar medidas concretas para gerenciar melhor nossos recursos naturais”, afirmou Brad Smith, presidente da Microsoft, em nota divulgada no site oficial da empresa.

 

Inteligência artificial: aplicações

Você pode não saber, mas já convive diariamente com uma IA. As secretárias virtuais dos smartphones – como a Siri, dos iPhones, ou o Google Assistant – e o reconhecimento facial do Facebook são exemplos práticos. Nos games, as IAs são impossíveis de serem derrotadas. Na segurança virtual, elas são utilizadas para proteger seus dados durante a navegação e compras online.

A Inteligência Artificial já está sendo alocada para diversos setores, no entanto, os mercados de alimentos e eletrônicos parecem ter mais urgência. Só aqui no Brasil, cada cidadão é responsável por jogar fora o suficiente para alimentar 13 milhões de pessoas. Vale lembrar que esse número ultrapassa a quantidade de cidadãos que passam fome no país: 5 milhões, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU). Já de lixo eletrônico, nossa produção é 8,3 quilos por pessoa. Apenas 3% vai para reciclagem.

Uma das principais contribuições das IA para a solução destas problemáticas é ajudar a aumentar a durabilidade destes produtos. Um exemplo disso é o projeto Accelerated Metallurgy, que utiliza a Inteligência Artificial com o objetivo de substituir materiais que se esgotam rapidamente. Esta ideia nos ajuda a pensar também a contribuição deste modelo para otimização dos processos de triagem e reciclagem.

Além disso, a Inteligência Artificial pode ajudar a melhorar modelos de negócios já vigentes, uma vez que é capaz de de tomar decisões importantes que focam na redução do desperdício. Entre elas, podemos citar manutenções, listagem de demandas, previsões de preço, amostragem de dados em tempo real e gestão inteligente.

 

Città Telecom

Precisa de uma internet que te ajude a usufruir de todas as possibilidades com perfeição? Conte com o time da Città! Nossos cabos de fibra ótica, a última tecnologia em transferência de dados, te proporcionarão a melhor experiência de internet para você se conectar ao futuro!

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.

Wi-Fi: essa tecnologia gere o nosso dia a dia, mas será que a conhecemos bem?

Wi-Fi: o que pode prejudicar seu sinal e como fazer para melhorá-lo?

Wi-Fi: essa tecnologia gere o nosso dia a dia, mas será que a conhecemos bem? Certamente, alguma vez você recebeu uma visita e teve que ouvir um pedido de “Me passa a senha!” antes mesmo de um “Como vai a vida?”. Essa poderosa funcionalidade adianta a sua vida, mas quando a velocidade cai, ela também é motivo de irritação.

Nesses casos, a nossa primeira providência é ligar para o provedor de internet e fazer a atendente ouvir poucas e boas. Pobre moça do telemarketing! Sim, você está pagando e merece o melhor serviço. Mas você sabia que nem sempre o baixo desempenho do seu Wi-Fi está ligado a questões que envolvem as empresas?

Essas falhas também podem ser atribuídas a algumas decisões não tão boas que tomamos na hora de instalar nossos roteadores, por exemplo. Por essa razão, muitas vezes, nós mesmos podemos otimizar a velocidade do nosso Wi-Fi com algumas mudanças práticas dentro de nossas casas. Pensando nisso, preparamos este artigo com algumas dicas preciosas. Acompanhe!

 

Wi-Fi: como funciona esta tecnologia?

Abreviatura de Wireless Fidelity (Fidelidade sem Fio, em tradução livre), o Wi-Fi é uma tecnologia de comunicação que transmite dados através de frequências de rádio ou infravermelhos. Por essa razão, não precisamos de cabos para conectarmos nossos dispositivos a ele. Essas ondas são transmitidas por um roteador, cuja antena é capaz de decodificar e emitir os sinais que recebe.

Os dispositivos que se conectam em uma rede Wi-Fi se comunicam através do protocolo IEE 802.11, que estipula padrões de transmissão e codificação para as comunicações sem fio. Estima-se que a abrangência de um roteador pode chegar a até 300 metros em ambientes externos. Já as trocas de informações ocorrem em frequências que variam de 2.4 GHz a de 5GHz.

 

Wi-Fi: que tipo de fatores pode atrapalhar o desempenho?

O principal fator que influencia na qualidade do sinal do Wi-Fi é o local em que ele está armazenado. Afinal, a conta pode ser proporcional: quanto mais perto você está do roteador, melhor será a sua qualidade de navegação. Procure deixar seu roteador em um local central da sua residência.

Dica importante: guarde em um lugar em que a antena possa ficar a, pelo menos, 1,5m do chão. Mas se você tem uma casa muito grande, a principal recomendação é instalar um repetidor de sinal. É um aparelho que recebe o sinal gerado pelo roteador e o replica, amplificando a sua conexão para uma área mais abrangente.

Evite deixar o seu roteador próximo a itens metálicos, como parafusos, e a objetos de vidro, como aquários e espelhos. Peças confeccionadas com estes materiais prejudicam a recepção do sinal pelo dispositivo. O indicado é posicionar o aparelho próximo a paredes de madeira ou de tijolo, materiais que não causam obstrução da conexão.

A quantidade excessiva de dispositivos conectados também pode ser vilão da sua navegação. Se você costuma dar festinhas em casa e sai distribuindo a senha para todos os convidados, o sinal perderá a qualidade devido à demanda.

Vale destacar, também, a necessidade de se colocar uma senha difícil de ser descoberta. Combinações óbvias, como sequência de números e datas, podem fazer com que muitos “penetras”, como vizinhos e passantes, usufruam do seu Wi-Fi.

Outro cuidado muitíssimo importante é estar em dia com os antivírus. Além dos smartphones e computadores, você sabia que também existe aplicativos de proteção também para os roteadores? Os hackers conseguem invadir estes aparelhos e roubar dados por lá. Além disso, roteadores infectados prejudicam a velocidade da sua conexão.

Dependendo da empresa que você contrata, os fatores externos também prejudicam o bom desempenho do seu sinal de Wi-Fi. Chuvas, ventanias fortes, horários de pico (quando tem muitas pessoas utilizando), e interferências de radiofrequência (quase uma “linha cruzada” de ondas de rádio) limitam a velocidade da sua conexão de internet.

Mas se nem aplicando todas essas dicas você sentiu melhorias no seu Wi-Fi, talvez, seja a hora de mudar de provedor de internet, não é mesmo?

 

Città Telecom

Por isso, nós da Città Telecom, nos colocamos à sua disposição!

Queremos te apresentar o nosso produto, Città Conecta*. Um serviço diferenciado para você que necessita de uma conexão que funcione na sua casa com velocidade de excelência. 24 horas por dia. 7 dias na semana.

Utilizamos uma rede própria capaz de conectar você com o mundo. Com nossa banda larga, você conta com internet 100% fibra ótica, suporte qualificado 24x7x365 e alta velocidade de upload.

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.

*Banda Larga Residencial disponível apenas para as cidades de Campinas e Limeira.

📶 O 5G (sigla que representa a 5ª Geração de internet móvel) vem sendo estudado e aprimorado desde 2012. Especialistas acreditam que será esta a grande revolução da telecomunicação.

5G: a próxima revolução da internet móvel. Saiba mais!

5G: a revolução está mais próxima do que imaginamos! A qualidade da internet móvel tem evoluído cada vez mais. Agora, conseguimos acessar e-mails, escutar músicas e trocar mensagens com uma velocidade que quase não deixa a desejar em comparação ao Wi-Fi. Mesmo com tamanha qualidade no 4G, tudo indica que a quinta geração será a grande mudança.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em pesquisa divulgada no ano passado, 69% dos brasileiros possuem acesso à internet pelo celular. Ainda que não existam dados oficiais, os responsáveis pelo levantamento acreditam que “esse acesso à internet vem se dando cada vez mais via telefone móvel”. Este cenário reforça o caráter de urgência para melhorias nas próximas gerações da internet móvel.

O 5G (sigla que representa a 5ª Geração de internet móvel) vem sendo estudado e aprimorado desde 2012. Especialistas acreditam que será esta a grande revolução da telecomunicação!

 

5G: a velocidade

Com a implantação da quinta geração, a grande expectativa, claro, é que a velocidade das conexões aumente consideravelmente. De acordo com testes realizados por uma empresa de telefonia, o 5G poderá realizar transferência de dados de 20 Gbps com taxa utilizável de 100 Mpbs, um aumento de 60% em relação ao 4G.

Além disso, aumentaria, também, em dez vezes o número de conexões. Ou seja, mais aparelhos poderão estar interligados e conversando entre si. O aumento da velocidade representaria uma melhoria na qualidade de áudio e videoconferências. Elas poderiam ser realizadas em locais que, atualmente, são de difícil conexão, como aviões.

O objetivo é que a internet 5G tenha, no máximo, 1 milissegundo de latência.  Este conceito representa o tempo que um pacote de dados leva para ir de um ponto ao outro. Ou seja, 1 milissegundo seria a duração máxima da transferência de informações. Esse número é ainda menor que o padrão de internet fixas. Para efeitos de comparação, atualmente, uma conversa entre usuários dos Estados Unidos e Inglaterra pode ter cerca de 58 ms de latência.

 

5G x Internet das Coisas

Tradução literal de “Internet of Things” ou simplesmente “IoT”, a Internet das Coisas é o futuro da tecnologia. Refere-se a expectativa de que cada vez mais objetos do seu dia a dia estejam conectados à internet se comunicando mutuamente e, com isso, sendo capazes de trocar e transmitir dados graças a softwares inteligentes.

Este conceito não abrange somente computadores e celulares, mas objetos comuns da nossa rotina diária, como geladeiras, aspiradores de pó, lâmpadas e ventiladores. Acredita-se que, apenas com a implantação do 5G, esses aparelhos conseguirão conectar entre si e funcionar sem comandos manuais ou controles remotos.

Os motoristas de automóveis também se beneficiarão da fusão entre 5G e internet das coisas. Surge um novo sistema intitulado Comunicação Ultra-confiável e de Baixa Latência (uRLLC), que permitirá uma vida mais saudável e sem riscos no trânsito para todas as partes envolvidas. E, para isso, os engenheiros estão utilizando a tecnologia 5G, como o nome sugere, devido à sua baixa latência.

A quinta geração aumentará a eficiência da internet das coisas porque utilizará apenas o necessário, sem ultrapassar o consumo de dados.

 

5G: quando estará à disposição?

A expectativa é que as primeiras redes móveis comerciais cheguem ao mercado em 2020, porém, como toda novidade, com um preço bem acima da média. Estima-se que apenas em 2025 esta tecnologia estará acessível a todas as metrópoles do mundo.

Os primeiros dispositivos que deverão ter acesso à quinta geração de internet móvel serão os smartphones. À medida que o preço for abaixando, os especialistas acreditam que os eletrodomésticos e relógios inteligentes também poderão usufruir da novidade.

Mesmo que já se estime que o custo de instalação das antenas de 5G possam chegar a 500 bilhões na Europa, ainda não se tem estimativa de quanto custará inicialmente para os consumidores finais.

 

Città Telecom

Aqui na Città o 5G ainda não é uma realidade, mas nossos cabos de fibra óptica, a última tecnologia em transferência de dados, te proporcionarão a melhor experiência de internet!

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.

Telefonia IP: a revolução da telecomunicação!

Uma empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, necessita de um sistema de comunicação prático e, de preferência, de custo reduzido para atender todas as demandas de uma instituição. O ponto principal é ter a garantia de uma experiência digna e sem estresse para a parte que mais importa: os clientes.

 

Mesmo com o advento da internet, algumas problemáticas ainda dependem do telefone para serem resolvidas. Atendimentos, conferências, contatos com outras filiais…

 

Obviamente, um telefone apenas não daria conta de atender todas as necessidades de uma corporação e a contratação de vários números para o mesmo local elevaria consideravelmente os custos com contas de telefonia – além de ser, logisticamente, bem inviável.

 

A solução mais eficaz e vantajosa é a contratação de um serviço de PBX IP, considerado uma verdadeira revolução nos SACs e call centers do mundo atual.

 

A PABX, de modo geral, é um sistema de telefonia que, graças a uma central de equipamentos, consegue unificar toda a telefonia de uma empresa. O número da sua corporação é dividido em diversos ramais que possibilitam a realização de ligações internas e externas sem a necessidade de ter várias linhas operando no mesmo local.

 

No entanto, o sistema PABX recebeu updates visando, justamente, a evolução das tecnologias de comunicação e buscando atender seus usuários de maneira mais eficaz. É nesse contexto que surge o PBX IP.

 

Em suma, ambos possuem as mesmas funcionalidades básicas. O que diferencia os dois é que o PBX IP utilizada da rede de Protocolo de Internet (IP) para trafegar seus dados; ou seja, essa transmissão de dados e de voz ocorre via Internet. Com isso, diversos recursos e vantagens surgem nessa nova modalidade de telefonia, que atribuem praticidade e agilidade ao dia a dia de uma empresa.

 

A principal vantagem é a economia financeira. Os custos com telefonia são reduzidos, principalmente, pela possibilidade de realizar ligações gratuitas entre todas as filiais de uma empresa. Realizar uma chamada longa cheia de demandas a serem ajustadas para outra sede da sua companhia não é mais uma preocupação para quem adota o PBX IP. Ele utiliza operadoras Voice Over Internet Protocol (VoIP), que também possibilita outros contatos de longas distâncias com tarifas de menor custo.

 

Outro valor reduzido é o de instalação, já que é possível realizar uma adaptação da estrutura de telefonia tradicional. A manutenção também tem seus gastos diminuídos.

 

Como um benefício de duplo, seu cliente também ganha uma experiência diferenciada de atendimento. Este sistema permite resolver de forma simples o maior pesadelo de quem precisa ligar para um call center: a demora para ser atendido. O PBX IP é capaz de encaminhar a ligação do consumidor para outro ramal caso o principal esteja ocupado ou, então, redirecionar para outra filial caso a solicitação do cliente só possa ser atendida em alguma sede específica.

 

Graças a um sistema chamado Unidade de Resposta Audível (URA), também é possível disponibilizar gravações que realizam serviços, fornecem informações e solucionam dúvidas sem que seja necessário redirecionamento para um atendente.

 

O PBX IP da Cittá é referência no ramo da telefonia pela qualidade das chamadas e estabilidade no serviço oferecido. É a escolha perfeita para uma empresa que depende diretamente desse sistema para solucionar suas demandas.

 

Nosso serviço oferece um PABX físico com quantidade de ramais de acordo com a sua necessidade, podendo chegar até a 100. O valor da mensalidade é fixo e varia proporcionalmente à quantidade de ramais solicitados. O assinante tem acesso a todas as funcionalidades de um PBX convencional, sem necessidade de um alto investimento inicial.

 

Sua empresa ainda tem como garantia manutenção remota inclusa no contrato, gravação e configuração de URA, expansão de serviços rápida, simples e econômica e disponibilidade de contratação de telefones IP.

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um Consultor Especializado Città agora mesmo.

Que a fibra ótica é a última palavra em tecnologia de conexão, não é nenhuma novidade. E se é novidade para você, saiba: estamos interligados ao mundo inteiro com uma velocidade humanamente incalculável graças a estes tubinhos mágicos

Velocidade da Luz: entenda como funciona a fibra ótica!

Velocidade da luz? Que a fibra ótica é a última palavra em tecnologia de conexão, não é nenhuma novidade. E se é novidade para você, saiba: estamos interligados ao mundo inteiro com uma velocidade humanamente incalculável graças a estes tubinhos mágicos, que transportam todos os dados que trocamos e recebemos, como imagens, textos e áudios.

 

Mas você sabe como todo este sistema é composto?

 

Apesar daquela infraestrutura quase megalomaníaca de fios e cabos submarinos, a principal responsável por este fenômeno é uma coisa usual no dia a dia de qualquer pessoa: a luz. É esta a principal transmissora de dados dos cabos de fibra óptica, cuja unidade possui cerca de 36 fios capazes de alcançar uma velocidade de quase quatro mil gigabits por segundo.

 

Mesmo que a fibra ótica ganhe “todo o crédito” pela rapidez da conexão, esses cabos são, basicamente, um caminho criado para que a luz envie os dados na mais alta velocidade para um aparelho receptor; geralmente, torres e antenas, que, após conclusão do recebimento dessas informações, retransmitem localmente através de ondas de rádio.

 

As fontes de luz são ligadas a extremidades do cabo de transmissão dos dados. A luz atravessa os feixes de fios de vidro em um evento conhecido pela física como reflexão total, um fenômeno ótico que ocorre quando a luz incidente entre dois meios distintos é totalmente refletida por um deles. Por essa razão, ela reflete fora do interior dos revestimentos plásticos espelhados.  

 

Quando a luz passa de um meio para um outro, sua velocidade é alterada, o que explica como o fenômeno influencia nas fibras óticas, que só funcionam quando obedecem ao princípio da reflexão total. A luz tem que estar se propagando do meio mais refrator para o menos refrator.

 

Os cabos são feitos com camadas de vidro e revestidos por plástico

 

A escolha do material se dá pela importância de não haver quebras. Já o tubo precisa ser transparente, tanto para manter o controle das paredes internas que guiam a luz, tanto para atentar às rachaduras; uma vez quebrado, a luz para de transitar e a conexão perde a velocidade ou pode até ser interrompida.

 

Além dos tubos e dos cabos, o sistema é composto por duas extremidades que fazem toda a diferença no processo. Uma das pontas fica responsável por emitir os sinais de luz. Já o outro lado, transforma esses mesmos sinais de luz em dados. Por essa razão, é possível transmitir diferentes sinais através do mesmo cabo.

 

Além da alta velocidade, a luz como principal transmissora dos cabos de fibra óptica tem uma grande vantagem: a escassez de interferências eletromagnéticas. Ou seja, situações externas ― ruídos, mudanças de clima, tráfego excessivo, entre outros ― que, geralmente, prejudicam a transferência de informação passam ilesas a estes sistemas.

 

Apesar de já trazer inúmeros benefícios, uma corrente científica acredita que, em breve, a luz da fibra ótica pode aumentar a velocidade da Internet em até 100 vezes. Isto seria possível graças a pequenos leitores capazes de detectar informações em espirais de luz de fibra ótica. Leia a pesquisa completa (em inglês) clicando aqui.

 

Você sabia? A Città Telecom utiliza uma rede própria de fibra ótica com backbone próprio capaz de conectar você com o mundo. E é graças à este sistema que podemos oferecer serviços de internet e telefonia com a mais alta qualidade.

 

Por isso, nos colocamos à sua disposição! Temos diversos serviços e pacotes de internet que beneficiem você e sua empresa. Conte com uma conexão veloz, estável, com sincronia de upload e download e o melhor: com toda velocidade prometida em contrato.  

 

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.

Como proteger os dados empresariais e garantir a segurança da informação

Como proteger os dados empresariais?

É sabido que a tecnologia surgiu para facilitar — e até para salvar — as nossas vidas. No entanto, tem muita gente que utiliza dessas evoluções com objetivos nem tão nobres assim. Por isso, à medida em que estas novas inteligências surgem e se expandem, as formas de segurança precisam crescer de forma proporcional.

 

Se você trabalha com internet ou já adotou alguns softwares virtuais para guardar informações importantes que antes eram armazenadas em papel, precisa redobrar a atenção. Contratos, planilhas de pagamentos ou atas de reunião e diversos outros arquivos e informações protegidas que estão salvos em nuvens ou banco de dados podem ser alvo da ação de hackers.

 

Driblar esse cenário e garantir proteção de dados requer investimento em softwares e, também, muito preparo por parte do seu quadro de funcionários, visto que tais vazamentos também podem ocorrer por erro humano. Nesse artigo, você encontra dicas primordiais de como proteger as informações de sua empresa!

 

Criptografia

 

Os sistemas de criptografia são a melhor forma de proteger arquivos importantes que precisam ser devidamente protegidos. Quando o arquivo é criptografado em um conjunto de códigos indecifráveis, ele só poderá ser acessado através de uma senha. Essa medida protetiva assegura dados que circulam via e-mail ou se encontram salvos em notebooks ou smartphones, que podem vir a ser perdidos ou roubados. No mercado, já existem muitas opções de criptografia, algumas até mesmo gratuitas.

 

Machine Learning

 

Também conhecido em português literal como “aprendizado de máquina”, são sistemas que detectam e-mails suspeitos e, assim, auxiliam empresas a escaparem de possíveis ataques cibernéticos, conhecidos como “phishing”.

 

Através de um clique em um email falso, cibercriminosos conseguem ter acesso a informações pessoais, como senhas de cartão de crédito, CPF e números de conta bancária. Ao registrar, no sistema, um exemplo de e-mail legítimo e outro de e-mail falso, o processo de aprendizagem dele é acelerado, tornando-o mais ágil no diagnóstico de phishing. Quanto mais exemplos registrados, mais o sistema aprende e protege.

 

Redes Privadas Virtuais

 

Conhecidas apenas como VPN, são um tipo de conexão privada estabelecida entre um dispositivo autenticado e a nuvem ou a internet de uma empresa. Por questões de segurança empresarial, é aconselhável que o smartphone de um funcionário que possui acesso aos dados restritos da empresa esteja logado em uma VPN, ou seja, uma rede onde só usuários autenticados possuem acesso.

 

Por ser privada, uma VPN se encontra livre da interferência de terceiros, que poderiam reter dados caso eles estivessem circulando em uma conexão comum, como, por exemplo, um Wi-Fi público.

 

Senhas

 

Senhas de acesso fracas põem em risco a segurança da empresa. Logo, além da criptografia e das VPNs, o uso de senhas fortes também é necessário para uma proteção de dados maior. São consideradas essenciais senhas com oito ou mais caracteres, que mesclam letras maiúsculas e minúsculas juntamente com números e caracteres especiais, como vírgulas ou asterisco. Aconselha-se também que essas senhas sejam trocadas regularmente para garantir a manutenção da segurança da empresa.

 

Verificação

 

Uma outra alternativa de segurança na proteção de dados e contas é a verificação em duas etapas. Após digitar sua senha, outra informação é solicitada (etapa dois), geralmente um código enviado para seu smartphone por meio de mensagem de texto ou chamada de voz. Essa verificação dificulta a ação de hackers, mesmo que eles saibam sua senha.

 

Além disso, o uso de chaves de segurança física como reforço da verificação em duas etapas já é uma realidade. A chave de segurança física confirma a identidade do usuário com mais precisão, impedindo que invasores utilizem senhas roubadas.

 

Termos de confidencialidade

 

No caso de empresas, os especialistas recomendam o emprego de termos de confidencialidade entre contratante e contratado. Essa medida, além de aumentar o comprometimento dos funcionários com a segurança da informação, também fornece proteção legal à empresa em casos de vazamento de dados.

 

Para ter uma rede de dados que traga os benefícios esperados, você precisa de uma internet de excelência. Por isso, nós, da Città Telecom, nos colocamos à sua disposição! Temos planos de internet e telefonia que garantem qualidade, segurança e toda a velocidade que você contratou!

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um Consultor Especializado Città agora mesmo.

Cloud pública x privada: qual a melhor para o seu negócio?

Cloud pública x privada: qual a melhor para o seu negócio?

Por muito tempo, as nuvens foram apenas o vapor d’água da atmosfera condensado. Também, um grande fator para observar condições climáticas. Um dia cheio de nuvens brancas indicam temperatura alta, enquanto as cinzas, apontam chuva no horizonte. Mas hoje em dia, a principal referência deste elemento da natureza parece ter mudado um pouquinho. Faça um teste: digite “nuvem” no Google e observe os primeiros resultados.

 

Em tempos de transformação digital, as nuvens (ou Cloud Computing) permitem criar uma rede de servidores conectados à Internet. Com isso, você pode armazenar dados, comandos, documentos, softwares e muito mais, dentro de um único espaço virtual.

 

Para as empresas, especialmente as que têm diversas sedes e precisam estar em constante conexão, isso é de extrema validade, pois garante o acesso de todos a determinados arquivos e softwares que podem ser importantes, e traz economia financeira, já que tudo é pode ser feito online, sem necessariamente precisar da instalação de uma estrutura física.

 

Existem dois principais tipos de nuvens. Apesar de trazerem desempenho e custo-benefício muito semelhantes, cada uma delas têm características específicas que podem se alinhar perfeitamente com diferentes tipos de negócios. São elas as nuvens pública e privada. Acompanhe agora as principais diferenças e funcionalidades de cada uma das Clouds!

 

Cloud Pública

 

Apesar do que o nome sugere, o fato de ser “pública” não significa que seus arquivos estarão disponíveis para o acesso de todos. Nesse tipo de nuvem, os clientes possuem os mesmos recursos, dispositivos de hardware e software e disponibilidade de memória, pois são totalmente geridos pelo próprio prestador de serviço, que operam as funcionalidades e as entregam via Internet.

 

A nuvem pública é o tipo mais indicado para empresas de pequeno porte ou start-ups, pois tem baixo custo e dispõe de espaço considerável para quem trabalha sozinho ou com poucos funcionários. Os mais conhecidos são o AWS Cloud Storage, o Microsoft Azure e o Google Drive.

 

Principais vantagens:

  1. A manutenção é fornecida pelo próprio operador.
  2. A menos que você opte por dar um upgrade na quantidade de memória, os serviços são gratuitos.
  3. Não precisa instalar programas. Você pode acessar e gerenciar através do seu navegador de Internet.
  4. O fato de ser gerenciada por grandes empresas garantem segurança e confiabilidade.

 

Cloud Privada

 

Ao contrário da pública, em que todos os recursos são compartilhados, na nuvem privada, eles são exclusivos de uma empresa. Os softwares são mantidos em uma rede privada e são desenvolvidos exclusivamente para uma organização, o que garante que as suas necessidades de TI estejam sendo todas atendidas. Pode ter instalação física, sendo alojado no data center da empresa, ou então, ser hospedada em um servidor terceirizado.

 

Este recurso é utilizado, principalmente, por empresas de grande porte ou organizações que lidam com dados que precisam de maior proteção, como governos ou instituições financeiras. A nuvem privada, além da garantia de confiabilidade, auxilia em um maior controle do ambiente em que você trabalha.

 

Principais vantagens:

  1. O fato de os recursos serem exclusivos e não compartilhados garantem uma maior segurança aos seus dados
  2. Os serviços podem ser personalizados de acordo com sua demanda ou tipo de negócio.

 

A Città possui fibra até o data center da Equinix, uma das maiores provedoras mundiais de data center IBX e colocation. Essa parceria garante conexão direta nas principais Clouds Privadas. além de acesso mais rápido para os nossos usuários e utilização diferenciada nos principais provedores de conteúdo.

 

Por isso, nós, da Città Telecom, nos colocamos à sua disposição! Temos planos de internet e telefonia que garantem qualidade, segurança e toda a velocidade que você contratou!

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um Consultor Especializado Città agora mesmo.