Inovação Tecnológica: a sociedade vive um momento onde serviços e produtos estão cada vez mais acessíveis e rápidos de serem obtidos e as novidades em diversos setores surgem com a mesma velocidade que desaparecem. Ponto positivo para os consumidores, nem tão positivo assim para quem empreende.

 

A verdade óbvia é que a concorrência está cada vez mais acirrada. Não existe outra escapatória: o melhor investimento sempre é priorizar a melhora contínua do seu produto e o conforto de quem o consome.

 

Em um mundo em que aparelhos “smart” predominam e estão diretamente aplicados nas principais funções do nosso dia a dia, muito se ouve falar em “inovação tecnológica”.

 

Apesar de parecer um termo óbvio e autoexplicativo, ele tem um conceito muito específico ― e importante ― para quem gere uma empresa de médio ou grande porte.

 

Inovação tecnológica refere-se a processos e produtos que são novidades no mercado e que impactam diretamente a fabricação e o desenvolvimento de um determinado bem e a consequente forma de consumo do mesmo. A principal prioridade do conceito é trazer para o público novas abordagens.

 

Um artigo publicado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2005, define o termo como “resultado de um ambiente que produz ciência de ponta e influencia direta e indiretamente o setor produtivo, especialmente por meio dos setores de pesquisa e desenvolvimento gerados no bojo das empresas.”

 

No entanto, ele pode ser entendido de forma mais profunda. Para além de um produto de ponta que revoluciona o mercado, uma inovação tecnológica precisa apresentar soluções para determinados problemas ou demandas que seu público alvo possa vir a apresentar.

 

Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), as inovações tecnológicas podem ser classificadas em duas categorias: produto e processo. A primeira se refere a mudanças nos atributos dos bens e serviços e sua consequente mudança na forma de como os consumidores os recebem. Trata-se de um aperfeiçoamento daquele produto para que ele obtenha um melhor rendimento.

 

Já a inovação tecnológica de processo é referente a alterações no processo de fabricação de um bem ou na prestação de um serviço. Os objetivos podem ser aumentar a produtividade, melhorar a qualidade ou reduzir custos. No entanto, estas mudanças não geram, necessariamente, impactos no produto final.

 

A principal vantagem de se pensar nas inovações tecnológicas é criar um contrato de confiabilidade com seu consumidor. À medida que você implanta uma inovação que transforma o dia a dia e, principalmente, otimiza o tempo, ele percebe o diferencial da sua marca em detrimento das concorrentes e se torna cada vez mais fiel. Por essa razão, é preciso conhecer bem o seu público alvo e do que ele está carecendo. Só assim é possível identificar as necessidades cujas resoluções podem ter impacto no mercado.

 

Apesar da presença do termo resultar em interpretações ambíguas, uma inovação tecnológica não precisa necessariamente trazer um produto de última geração no que se refere a softwares, por exemplo. Ela pode ser aplicada de diversas formas e não apenas para os clientes, mas para quem trabalha na sua empresa. Melhorias em setores como marketing, recursos humanos e atendimento também são exemplos de inovação tecnológica.

 

O ponto crucial é perceber que esse processo exige uma manutenção de todas as etapas do processo de negócio, por essa razão, demanda pesquisa, tempo, investimento e, principalmente, uma mente aberta e visionária para as possibilidades do futuro.

 

Se as inovações tecnológicas que você pretende aplicar em sua empresa dependem diretamente de internet para seu funcionamento, você precisa contar com uma conexão segura, veloz e estável, que não te deixe na mão nos momentos cruciais de venda.

 

Por isso, nós, da Città Telecom, nos colocamos à sua disposição! Temos planos de internet e telefonia que garantem qualidade, segurança e toda a velocidade que você contratou!

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um Consultor Especializado Città agora mesmo.