Nos últimos meses, uma nova promessa de “enriquecimento” vem tomando conta dos amantes de moeda digital e atingido até os que têm pouca intimidade com o assunto. Trata-se da Initiative Q, uma plataforma israelense que aspira ser “a rede de pagamento do amanhã”.

O que é Initiative Q? Se você acumula muitos contatos que estão ligados nas últimas tendências da internet, você certamente já recebeu um convite para essa plataforma ou para alguma outra com a mesma finalidade. Apesar de ainda ser motivo de estranheza e desconfiança, é apontada como uma das principais revoluções do meio virtual. E quem pensa que é uma projeção para o futuro, saiba: a moeda digital já é uma realidade.

 

Criptomoeadas / Crypyocurrency

Também conhecido como dinheiro eletrônico, a moeda digital nada mais é que um valor monetário que é creditado ou debitado de forma eletrônica, sem necessidade da utilização de papel moeda nas transações. Inicialmente, ela foi pensada para pagamentos em lojas virtuais e permite criar relações comerciais entre indivíduos das mais variadas partes do mundo.

 

O exemplo mais famoso da iniciativa é o Bitcoin, uma criptomoeda cuja conversão para o real está, atualmente, avaliada em mais de 15 mil. Considerado um dos sistemas econômicos alternativos mais rentáveis, ele surgiu ao público em 2008 e, desde então, ganha cada vez mais adeptos ao redor do mundo. Especula-se que, até 2020, a inflação desta moeda gire em torno de 12,5 milhões por bloco.

 

Initiative Q

Nos últimos meses, uma nova promessa de “enriquecimento” vem tomando conta dos amantes de moeda digital e atingido até os que têm pouca intimidade com o assunto. Trata-se da Initiative Q, uma plataforma israelense que aspira ser “a rede de pagamento do amanhã”.

 

Eles acreditam que dinheiro vivo, cartões de crédito e transações eletrônicas geram gastos desnecessários e, por isso, precisam se tornar obsoletos. Para tal, eles sugerem a criação de uma sistema de pagamento universal que implemente as novas tecnologias e possuem uma moeda única, a “Q”. O valor desta moeda digital, segundo eles, equivaleria ao valor de vários trilhões de dólares.

 

Para participar, não precisa de muito esforço. Basta fazer cadastro no site oficial e convidar mais pessoas para fazer parte do esquema. Não solicita documentos, dados bancários ou números de cartão de crédito: basta apenas fornecer nome e e-mail. Ainda de acordo com o site oficial, a Q adquire valor à medida com que a plataforma se torna popular e, assim, os usuários começam a ser recompensados.

 

Apesar de prometer uma série de tarefas para acúmulos dos Q’s, o envio e recebimento de convites tem sido a única forma de ter acesso ao projeto, o que tem contribuído para sua viralização. Quanto mais pessoas você convida, mais moedas você ganha. Funciona de modo muito similar ao esquema de marketing multinível, que, para funcionar, depende do recrutamento de outras pessoas.

 

Viabilidade da plataforma

Como todo produto que promete um “milagre econômico”, a Q também é recebida com desconfiança. O portal Mashable, importante veículo estadunidense sobre internet e redes sociais, publicou um artigo que aponta a iniciativa como um projeto de marketing genial, porém, inexistente e questiona o fato de eles não apresentarem um produto.

 

Além disso, muitos especialistas questionam a eficácia da aplicação da moeda, que, segundo o fundador Saar Wilf, em entrevista à revista Exame veiculada em novembro de 2018, é esperada que equivalha a um dólar. Estes argumentam que estão vendendo “um sonho” sem explicar como este sistema pode se tornar global.

 

Outro ponto destacado pelos críticos e que ajudaria a atravancar a globalização da iniciativa é a possível guerra que ela travaria com os grandes bancos mundiais, ainda detentores de parte esmagadora das finanças do planeta. Uma moeda digital causaria a obsolescência de cartões de crédito e transferências, o que praticamente inviabilizaria o trabalho destas instituições, que, certamente, preparariam retaliações para frear a popularização da Initiative Q.

 

No mês de novembro de 2018, a Initiative Q declarou uma base de 4 milhões de inscritos. Até o fechamento deste artigo, o valor futuro estimado de uma próxima vaga girava em torno dos 18 mil Q’s, com base em um valor pretendido de um dólar por Q. Se você tem interesse em conhecer melhor a iniciativa e se tornar um dos membros, acesse o site oficial.

 

Por aqui, o futuro também já começou e conexões lentas que são atrapalhadas por fatores externos já virou história! A Città oferece planos de internet e telefonia que garantem qualidade, segurança e toda a velocidade que sua empresa precisa para todas as demandas básicas.

Precisa de ajuda para entender melhor? Solicite a visita de um de meus Consultores Especializados agora mesmo.