Quando as limitações do EPON começam a afetar na qualidade da entrega do serviço que o provedor está oferecendo ao usuário, o reflexo negativo recai sobre o caixa da sua empresa.

 

Para garantir a qualidade do serviço prestado e fazer com que os seus objetivos e as necessidades dos seus clientes sejam atendidos de forma plena, a escolha da tecnologia ideal para a rede do seu negócio irá sofrer a influência de alguns fatores que precisam ser considerados.


Segundo dados apresentados pela Anatel, a banda larga fixa voltou a crescer no mês de março/2016, porém, de forma lenta, tendo 210,1 mil novos acessos, equivalentes a 1,240 milhões a mais de conexões, considerando o período de 12 meses.

Os provedores de serviços de internet (ISPs), totalizaram 2,413 milhões de acessos fixos, mantendo-se como o quarto maior grupo do mercado.

A banda larga fixa brasileira tende a conexões mais velozes,  a tecnologia de fibra óptica registrou 32,8 mil adições (2,49%), totalizando 1,348 milhões de linhas, um dos maiores crescimentos proporcionais em 12 meses (29,40%).

A tecnologia de uma rede GPON abriu novas oportunidades, pois reflete diretamente as necessidades de operadoras e clientes, por permitir o desenvolvimento de uma rede óptica  centralizada, de alto desempenho e com uma excelente entrega de serviços.

Cada vez mais, empresas procuram por provedores de internet que permitam o uso de uma ferramenta robusta, segura, de alta velocidade e que garanta  segurança, alto desempenho e  confiabilidade na entrega do serviço oferecido.

Para atender esta necessidade, as redes de fibra óptica ganham destaque e a rede GPON é a que apresenta um maior crescimento por ser uma das tecnologias mais avançadas presentes hoje no mercado. Confira alguns dos benefícios!

  • Até 80% na redução de custos operacionais (considerando manutenção e deslocamento);
  • Vida longa! Redes FTTx possuem aproximadamente 30 anos de vida útil;
  • Economia de espaço em até 90% devido a facilidade de instalação em locais apertados, ocasionando consequentemente uma redução significativa na quantidade de equipamentos de rede;
  • Economia de energia, já que os únicos equipamentos ligados a rede elétrica são os da ponta de rede, todo o meio da rede é passivo;
  • Suas operações são simplificadas e facilitadas, pois a visualização e gerenciamento de todos os elementos da rede pelo OLT, é feito através de um gerenciamento robusto e centralizado;
  • Imunidade à oxidação e interferência eletromagnética, ideal para  instalações próximas a redes elétricas ou em locais com altos índices de descargas atmosféricas;
  • Criptografia de dados;
  • Longo alcance com um enlace de até 20km, dispensando o uso de equipamentos elétricos, amplificadores ou repetidores de sinal;
  • Tecnologia com taxas de transmissão síncronas de até 2,5 Gbps;
  • Permite a construção de anel óptico com velocidade de 10 Gbps;
  • Ponto-multiponto com suporte para até 64 usuários.


Entregue qualidade a seus clientes!

A tecnologia GPON, possui uma arquitetura completa de serviços de banda larga, o que pode possibilitar um  aumento na qualidade do serviço para o cliente final, que exige um bom desempenho em itens como: eficiência, segurança e maiores velocidades de banda nas redes de acesso.


Conclusão

Com o crescimento da demanda relacionada a banda larga, a tecnologia de uma rede GPON mostra ser a solução mais viável por acompanha as novas tendências de mercado e possui a melhor relação custo/benefício.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.